Botões

sexta-feira, 18 de julho de 2014

MEC abre processo administrativo contra sete cursos da Universo

O Ministério da Educação (MEC) abriu processo administrativo contra 21 cursos de graduação em instituições privadas de todo o Brasil, sendo sete deles apenas da Universidade Salgado de Oliveira (Universo). As portarias foram publicadas no Diário Oficial da União do dia 11 de Julho de 2014.


Ao aplicar processos administrativos, o governo federal deve investigar se realmente há insuficência na qualidade de ensino e outros problemas estruturais nos cursos oferecidos pelas instituições. Se ficar comprovado, os cursos podem sofrer, dentre outras punições, a suspensão de vestibulares.

As medidas foram aplicadas em cursos da Universo espalhados pelo país. Em Niterói, sede do grupo educacional, os alvos foram as graduações de Enfermagem e Odontologia. No município vizinho, São Gonçalo, foi o curso de Nutrição. Já em Campos dos Goytacazes, no Leste Fluminense, os processos atingiram os cursos de Enfermagem e Fisioterapia. As medidas também se aplicaram às graduações de Fisioterapia em Recife (PE) e Belo Horizonte (MG).

Outros 14 cursos de diferentes instituições também foram alvos da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres/MEC). Dentre eles, Biomedicina e Nutrição da Faculdade Anhanguera de Brasília, pertencente ao grupo, que se fundiu no mês passado com a Kroton, nascendo a maior empresa do setor de educação do mundo, um negócio de quase R$ 25 bilhões.

Veja aqui as portarias no Diário Oficial da União.

Fonte: JC e-mail 4987, de 11 de julho de 2014.


Nenhum comentário:

Postar um comentário