Botões

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Campus da Gama Filho na Piedade poderá ser desapropriado

O antigo campus da Universidade Gama Filho, na Piedade, poderá ser desapropriado pelo estado. A ideia é do deputado Paulo Ramos (PSol), que apresentou a proposta através do projeto de lei 2.965/14. Seu teor é autorizar o governo a declarar o imóvel de utilidade pública para, assim, tomar tal medida. O texto diz ainda que a área seria destinada a outro centro universitário.

O campus, localizado na Rua Manoel Vitorino 553, ocupa uma área de 85 mil metros quadrados, distribuído em 13 prédios. Entretanto, desde que a universidade foi descredencia pelo Ministério da Educação, em janeiro, o local e seu entorno se transformaram numa área deserta, preocupando moradores e dando prejuízo aos poucos comerciantes que continuam atuando no local.

Segundo o deputado, dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que a violência aumentou em mais de 70% na região. “Desde o descredenciamento, o campus virou um transtorno. Poucos são os seguranças que fazem a segurança do local. A rua é uma sucessão de portas cerradas e prejuízos financeiros. Nosso objetivo é dar um destino para o imóvel”, diz.


Fonte: Ascom da Alerj, em 13/11/2014.

2 comentários:

  1. Faz o seguinte Sr. Paulo Ramos apresenta uma proposta que obrigue esses"senhores GAMA FILHO" e os tais donos da"fantasma Galileo" pagarem tudo o que nos devem. Se o local se tornou um transtorno imagina como não ficou a nossas vidas que de um dia para o outro ficamos sem emprego e sem salários. Se não gostou da minha ideia faz um outro projeto; um que mande prender o Sr. Cristóvão, Buarque, o Sr. Henrique Paim e o Sr. Jorge Messias. Conhece quem são? Com certeza todos nós que trabalhamos honestamente naquele campus sabemos. Me poupe.

    ResponderExcluir
  2. Corrigindo o texto acima: trocar o Sr. Cristóvão Buarque pelo então Ministro da Educação Aloizio Mercadantes.
    Pequeno equívoco sobre os respectivos ministros, ambos "um dia" da Educação

    ResponderExcluir